Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Arquitetura da Casa do Lago
Interiores Cozinha da Casa do Lago
Interiores Cozinha da Casa do Lago
Interiores da Casa do Lago
Interiores da Casa do Lago
Interiores Spa da Casa do Lago
Interiores Spa da Casa do Lago
Interiores Lavabo da Casa do Lago
Interiores Banho da Casa do Lago
Interiores Banho da Casa do Lago

Casa do Lago, Terra Ville, Porto Alegre

Arquitetos autores: Ziâni Costa e Antônio Augusto Torronteguy

​Ano: 2017

Local: Condomínio Terra Ville, Zona Sul de Porto Alegre.

Situação: Obra concluída

Tipo: Projeto de Arquitetura e Interiores Residencial

Fotos: Marcelo Donadussi

Em um terreno de 1.279,00m² circundado por um lago, a Casa do Lago foi projetada buscando antes de tudo integrar-se a esta linda paisagem. A casa é formada por um volume principal de dois pavimentos robusto, em alvenaria branca, pedra ferrugem e esquadrias pretas. Deste volume principal saem com leveza as lajes em balanço do pátio frontal e do pátio dos fundos. Estas lajes em balanço, apoiadas em pilares recuados de seção circular, são uma referência à arquitetura moderna brasileira. Reforçando este conceito está o cobogó, formando privacidade, efeito de luz e sombra e movimento nas fachadas laterais.

 

Neste mesmo eixo dos cobogós a casa abriga garagem e bicicletário na parte voltada à frente, e na parte voltada ao pátio do fundo um espaço com hidromassagem, onde o desenho circular da banheira é repetido na iluminação zenital da laje de cobertura. Enquanto isso, o uso da pedra ferrugem como um dos elementos marcantes no volume principal da casa busca a rusticidade e aconchego que os moradores desejavam.

 

Na área externa, a casa recebe um jardim que articula os diferentes usos e acessos da casa. O deck em madeira se transforma em trapiche e cria uma conexão direta da casa com o lago.

 

Pensando em um melhor isolamento termico e acústico, pois além das temperaturas extremas de Porto Alegre o terreno está muito próximo a um aeroclube, a casa tem paredes duplas e esquadrias em pvc com vidros duplos. Além disso, para uma maior eficiência energética, toda iluminação é led e o aquecimento da água acontece através de coletores solares.

 

O interior da casa é bastante iluminado e as grandes esquadrias fazem o papel de molduras que valorizam toda a paisagem dos pátios e do entorno da casa. Os revestimentos de pedra ferrugem dos volumes da lareira e reservatório não são interrompidos no espaço interno, seguindo um conceito que os arquitetos do Estúdio AZ utilizam em seus projetos, que é trazer a verdade do exterior da edificação para o seu interior. Na parte social os ambientes são apresentados aos poucos, a planta baixa do térreo torna a cozinha o ponto central da casa. No segundo pavimento temos o escritório e suas paredes em vidro, dele é possível visualizar a sala e o jardim de inverno, a iluminação natural nestes espaços é protagonista invadindo e preenchendo a casa de luz. O piso do segundo pavimento em réguas de madeira Tauari abraça o espaço íntimo da casa, as suítes frontais dividem um terraço jardim e a suíte do casal voltada ao pátio do fundo encerra a planta do segundo pavimento. Luz, grandes vãos e integração do espaço interno ao externo constituem as bases deste projeto.

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn